Comendas

A comenda é uma condecoração concedida à pessoas que se destacam em suas áreas de atuação. Na Turma OK, oferecemos diversas comendas aos nossos associados. Confira abaixo as comendas, os condecorados e uma breve descrição sobre cada uma.

Prêmio Patriarca

Concedido pelo Conselho de Benfeitores

Prêmio criado por Anuar Farah em sua primeira gestão em forma de homenagem do Conselho de Benfeitores ao ex-presidente da TURMA OK Sr. JOSE LUIZ ADOLPHO FERREIRA BAHIANA, o PAIZINHO, que foi um grande PATRIARCA da nossa Turma OK.

  • 1994 – Antonio Carlos Miranda
  • 1995 – Adalberto Fonseca Filho
  • 1996 – Amaro Gomes de Mello
  • 1997 – Sergio Aleixo
  • 1998 – Paulo Fatal
  • 1999 – Hannah Suzart
  • 2000 – Haroldo Quintaneiro
  • 2004 – Chris Saint-Laurent

Ordem da Petula

Concedido pelo Conselho de Benfeitores

Criada em 1986, por sugestão do Presidente do Conselho de Benfeitores da TURMA OK, Sr. José Luiz Adolpho Ferreira Bahiana, e quando presidia a associação o Sr. Anuar Farah, em homenagem ao sócio e grande benemérito, naquela oportunidade recém falecido, Sr. Edson Mattos, cognominado Petula.

  • 1986 – Nilson Salgueiro
  • 1987 – Anuar Farah
  • 1988 – Antonio Carlos Raposo de Miranda
  • 1989 – Agildo Bezerra Guimarães
  • 1990 – Roberto Andrade
  • 1991 – Gilberto Costa Ribeiro
  • 1992 – Amaro Gomes de Mello
  • 1993 – Riva Rocha
  • 1996 – Adalberto Fonseca Filho
  • 1997 – Luiz Augusto Ferreira Bahiana
  • 1998 – José Francisco Soares Filho
  • 1999 – Jorge Souto Martins
  • 2000 – Wander Gonzalez
  • 2004 – Vera Lucia Rodrigues

Gran Honra

Esta honraria foi criada pelo Conselho de Benfeitores, em sessão realizada no dia 14 de março de 1995, por sugestão do Conselheiro Álvaro Marques da Silva Júnior. Segundo a idéia inicial, essa honraria seria conferida, exclusivamente, ao fundador da TOK, Sr. Antonio Peres.

Por decisão do Conselho, entretanto, ficou estabelecido que poderá ser concedida a outras pessoas, sócios ou ex-sócios da TOK, desde que tenha prestado grandes serviços à associação. Ficou estabelecido, também, que a concessão dessa grande medalha de reconhecimento não terá de ser conferida, necessariamente, todos os anos, mas, tão somente, quando houver alguém que reúna os requisitos necessários à sua concessão.

  • 1995 – Antonio Peres
  • 1996 – Carlos Miranda
  • 1997 – José Antonio de Santa Rosa
  • 1998 – Álvaro Marques